08Jun/11

Varejistas internacionais estão atentos ao Brasil

O Brasil posiciona-se como o país mais promissor para gerar novos negócios entre as nações emergentes. Esta afirmação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo e diagnosticada pela consultoria ATKearney em pesquisa que constatou o progresso do grupo varejista brasileiro. O levantamento foi elaborado com base nos riscos econômicos e políticos do país, na capacidade de atração e saturação do mercado e na diferença entre o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) e do varejo.

Segundo a consultoria, as melhores oportunidades estão nos segmentos de vestuário, alimentos e eletroeletrônicos, cujo impulso deve acompanhar o ritmo de crescimento da renda do consumidor. Apenas o varejo têxtil nacional, por exemplo, movimenta atualmente cerca de R$ 130 bilhões ao ano. Esta quantia coloca o Brasil na lista dos três maiores mercados do mundo ao lado da China, Índia e Rússia.

A indústria do setor também demonstrou com altos números o seu poder de atração. De acordo com a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções), o segmento arrecadou US$ 52 bilhões em 2010 – o que corresponde a uma média de 9,8 bilhões de peças confeccionadas ao ano.

No Brasil, existem mais de 30 mil indústrias em cerca de 40 pólos de confecção espalhados por todo o território nacional. São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro concentram 53% da produção. Paraná e Santa Catarina respondem por 25% do volume e o restante fica distribuído entre as demais regiões.

Uruguai, Chile e Peru também tiveram sua capacidade para atrair novos investimentos constatada nesta pesquisa; o que mostra evolução para a América Latina. A China caiu do primeiro para o sexto lugar devido à saturação do mercado local.

Com informações do M&M Online.

Últimas notícias do mercado
Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O seguimento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Produção de bens de capital tem alta de 1,5% em abril Segundo IBGE, a fabricação de bens de consumo duráveis também teve um aumento esse ano Varejo apresenta crescimento no 1º trimestre de 2017 Segundo dados do IBGE, os números são superiores aos do último trimestre de 2016 Impacto da televisão continua forte entre os consumidores Pesquisa da Kantar Media descreve o comportamento do consumidor nas plataformas de mídia atuais Expectativa de baixa inflação deixa consumidores otimistas A confiança reflete a melhora das perspectivas em relação ao emprego e situação financeira, diz pesquisa Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados