06Jun/12

Só 40% curtem marcas no Facebook

Uma pesquisa realizada pela M.Sense, focada em estudos sobre o mercado digital, concluiu que os consumidores querem interagir com as marcas nas redes sociais e não apenas ter acesso a conteúdo. O levantamento, feito entre abril e maio com 716 pessoas de todo o país, revelou ainda que 87% dos entrevistados acham que pior do que ter um problema com a marca, é tentar um com elas por meio das redes sociais e não receber resposta. As marcas que interagem com o usuário são as preferidas por 76% dos pesquisados.

Segundo a pesquisa, os brasileiros ainda não estão acostumados a acompanhar marcas no Facebook: somente 40% dos usuários curte alguma marca, produto ou empresa. No Twitter, o número de usuários que seguem uma marca, produto ou empresa passa para 50%, e a maior parte com o objetivo conseguir descontos e promoções.

O principal fator que afasta os internautas da opção “curtir” em uma marca é o receio de receber mensagens publicitárias demais, dizem 52% dos usuários do Facebook e 36% do Twitter. Sobre o número de posts do Facebook, a maioria acredita que receber aproximadamente três posts por dia é suficiente para que a marca se mostre presente, mas sem exageros.

A pesquisa também fez uma avaliação sobre o tipo de conteúdo que o usuário gostaria de receber pelas redes sociais. Informações, novidades, eventos e acontecimentos são os itens mais requisitado por 96% dos usuários do Facebook e 89% dos usuários do Twitter. Em seguida, 63% dos entrevistados preferem conteúdo educativo no Facebook e 68% conteúdo publicitário no Twitter.

Sobre a influência das redes sociais nas compras, quatro em cada cinco usuários do Facebook nunca adquiriram um produto ou serviço ao vê-lo nos resultados de anúncios ou comentários encontrados no site de redes sociais, diz um estudo da Reuters/Ipsos realizado online consultando 1.032 americanos. Os dados indicam também que 34% dos usuários do Facebook dedicam menos tempo ao site agora do que há seis meses.

Um levantamento do eMarketer, datado de fevereiro desse ano, identifica que o Facebook tem desempenho inferior aos e-mails ou marketing via mala-direta no que diz respeito a influenciar as decisões de compra dos consumidores.

Com informações do M&M Online / Adaptação: Equipe FTPI.

Últimas notícias do mercado
Planejamento de mídia sem fronteiras entre online e off-line Veículos multiplataforma mudam a maneira de pensar o planejamento e compra de mídia em todo o País OOH investe em dados para aumentar sua credibilidade Setor de mídia out of home foi o que mais cresceu neste ano e investe em dados para aumentar credibilidade Rádio mantém sua presença pelo Brasil Pesquisa revela que 32% das pessoas prestam atenção sempre ou quase sempre à publicidade veiculada no rádio 4 dicas para descomplicar um plano de mídia all-line Agora é tudo all-line. Confira quatro dicas da equipe boo-box/ftpi para descomplicar a construção de um plano de mídia Sinais de recuperação no varejo surgem após quatro anos Setor cresce 3,1% com a ajuda do e-commerce Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados