05Abr/12

São Paulo é a capital brasileira mais globalizada

Entre as cidades mais globalizadas do mundo, o Brasil tem duas representantes no ranking. São Paulo e Rio de Janeiro, respectivamente, estão posicionadas em 33º e 53º no Global Cities Index, da consultoria AT Kearney. No topo da lista estão Nova York, Londres e Paris, que nesta edição voltou à terceira posição, perdida em 2010 para Tóquio, que retornou agora ao quarto lugar.

O ranking considera cinco critérios, com pesos diferentes: atividade empresarial (30%), capital humano (30%), experiência cultural (15%), fluxo de informações (15%) e influência política (10%).

Em uma escala de 1 a 10, Nova York tem 6,35 pontos, São Paulo aparece com 2,19 e o Rio de Janeiro com 1,31. Buenos Aires é a cidade latino-americana mais bem posicionada na lista, na 22º lugar, somando 2,71 pontos.

A novidade é a força com que cidades chinesas estão emergindo. Segundo a AT Kearney, ao que tudo indica, Pequim e Shangai serão grandes rivais das cidades ocidentais em 10 ou 20 anos. Pequim hoje é a 14ª da lista, com 3,05 pontos. Shangai está em 21º, com 2,73.

Na avaliação da consultoria, São Paulo e Rio de Janeiro têm poucos fatores que pesam contra sua ascensão no ranking – entre eles, o aumento de poluição, instabilidade política e corrupção, e a deterioração do sistema de saúde. Mas também poucos a favor, como o crescimento do PIB e da classe média, melhorias em infraestrutura e facilidade de fazer negócios.

Levando em conta estes fatores, a AT Kearney indica Bogotá, na Colômbia, como a maior candidata a galgar posições no ranking nos próximos anos. Hoje, está em 55º lugar, com 1,17 pontos.

Gráfico dos centros do mundo

Confira as dez cidades mais globalizadas, segundo estudo da consultoria AT Kearney.

Com informações do IG Economia / Adaptação: Equipe FTPI

Últimas notícias do mercado
Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O seguimento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Produção de bens de capital tem alta de 1,5% em abril Segundo IBGE, a fabricação de bens de consumo duráveis também teve um aumento esse ano Varejo apresenta crescimento no 1º trimestre de 2017 Segundo dados do IBGE, os números são superiores aos do último trimestre de 2016 Impacto da televisão continua forte entre os consumidores Pesquisa da Kantar Media descreve o comportamento do consumidor nas plataformas de mídia atuais Expectativa de baixa inflação deixa consumidores otimistas A confiança reflete a melhora das perspectivas em relação ao emprego e situação financeira, diz pesquisa Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados