13Ago/12

Rio Limpo restringe publicidade em mais 12 bairros

Depois da Zona Sul e do Centro da cidade, a Grande Tijuca de entrar para o projeto Rio Limpo, que restringe a publicidade nas ruas do Rio de Janeiro. A iniciativa tem o objetivo de valorizar e preservar o patrimônio paisagístico e cultural da cidade e chega a mais 12 bairros, com a criação da Zona de Preservação Paisagística e Ambiental 2 – ZPPA 2 – da cidade do Rio de Janeiro.

Além da Tijuca, Alto da Boa Vista, Praça da Bandeira, Maracanã, Vila Isabel, Andaraí, Grajaú, Estácio, Cidade Nova, Rio Comprido, Catumbi e Santa Teresa fazem parte do Rio Limpo. Fica então proibida a publicidade nestes bairros em parques e jardins; encostas de morros; canteiros de avenidas; a menos de 200 m de emboques de túneis e de pontes, viadutos e passarelas; postes, muros, gradis e pilotis, entre outros locais.

Também fica vetada a instalação de publicidade que descaracterize a fachada de imóveis e marquises, tabuletas, empenas cegas de edifícios, tapumes e telas de obras de imóveis em construção ou em reforma. De acordo com a nova lei, é proibida ainda a instalação de anúncios em imóveis edificados, públicos ou privados, a colocação de banners, faixas ou qualquer outro elemento nos locais citados. Estabelecimentos comerciais atenderão às restrições impostas pelo decreto em relação ao tamanho das placas ou toldos.

As autorizações concedidas anteriormente, que agora não se adequam às regras do novo decreto estão revogadas. A prefeitura está autorizada a retirar tabuletas, empenas e publicidade em imóveis em construção, entre outros. A adaptação de fachadas, toldos e bambinelas em estabelecimentos comerciais será feita em até 180 dias. Cabe multa aos que não se encaixarem na nova legislação.

Com informações de Teresa Levin, do M&MOnline / Adaptação: Equipe FTPI | Negócios em Mídia | Mídia Regional.

Últimas notícias do mercado
Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O seguimento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Produção de bens de capital tem alta de 1,5% em abril Segundo IBGE, a fabricação de bens de consumo duráveis também teve um aumento esse ano Varejo apresenta crescimento no 1º trimestre de 2017 Segundo dados do IBGE, os números são superiores aos do último trimestre de 2016 Impacto da televisão continua forte entre os consumidores Pesquisa da Kantar Media descreve o comportamento do consumidor nas plataformas de mídia atuais Expectativa de baixa inflação deixa consumidores otimistas A confiança reflete a melhora das perspectivas em relação ao emprego e situação financeira, diz pesquisa Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados