16Abr/13

Residências brasileiras têm mais notebooks que desktops

Os notebooks ultrapassaram os desktops como computador principal nas residências brasileiras, segundo estudo da consultoria CVA Solutions.

Ao contrário da proporção de um ano atrás, quando os PCs de mesa eram maioria, os portáteis são agora 55,6% dos equipamentos domésticos, contra 42,4% dos PCs e 2% dos tablets.

A transição era uma tendência mundial detectada desde 2011 no Brasil, quando as vendas de notebook passaram as de desktops. No entanto, a notícia pode não ser tão boa para a indústria nacional, que tem performance melhor no mercado de PCs de mesa.

De acordo com a CVA, a Positivo é a marca de desktop que está em mais lares do país, com 12,1% dos aparelhos. A participação somada das empresas brasileiras juntas é de aproximadamente 35%.

Para o sócio-diretor da CVA Sandro Cimatti, as marcas brasileiras têm bons números, pois oferecem preços baixos.

Segundo Hugo Valério, diretor de informática da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), fábricas brasileiras estão preparadas para a mudança, apesar de os dois mercados terem diferenças. “É preciso investir mais em inovação e design”, diz

Com informações de Bruno Fávero, da Folha.com. / Adaptação: Equipe FTPI | Inteligência em Regionalização | Mídia Regional.

Últimas notícias do mercado
Consumidores brasileiros estão mais otimistas para 2017 Pesquisa identificou o percentual de pessoas que pretendem ir as compras no natal e o comportamento de consumo Investimento em publicidade deve crescer 3,3% no Brasil Apesar da crise econômica, investimentos globais podem crescer 4,2% no próximo ano, aponta pesquisa do Warc Autoatendimendo deve crescer em três anos no Brasil Consumidores querem experimentar novas tecnologias na hora da compra, entre elas estão o 3D e a Realidade Virtual Crise está alterando hábitos de consumo, segundo estudo A Kantar Worldpanel revela que brasileiro está mais estressado e opta por simplicidade na hora da compra O Live Marketing está alavancando empresas no Brasil Pesquisa da Ampro e da SSK, revela como o setor movimenta R$ 44 bilhões em meio a crise financeira do país Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2016 | © Todos os direitos reservados