18Set/09

Renda dos brasileiros cresce, apesar das desigualdades

O rendimento da população brasileira aumentou e possibilitou o acesso a uma maior quantidade de bens, como à internet e à telefonia fixa e móvel. Tais melhorias reduzem, mas não eliminam as disparidades de consumo e de infraestrutura existentes entre as regiões brasileiras.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) divulgada nesta sexta-feira, 18/09, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) chegou a estas conclusões após analisar dados, referentes ao ano de 2008. Os números traçam um panorama da realidade da população, da migração, educação, trabalho, família, domicílios e rendimento da população nacional.

Com uma população de 189.952 milhões de pessoas em 2008, o Brasil melhorou em alguns quesitos econômicos. O rendimento dos trabalhadores foi 1,7% superior em 2008, se comparado ao ano anterior. O pequeno aumento da renda da população impulsionou o acesso a bens de consumo e ampliou a participação de itens de tecnologia nos lares do País.

Entre 2007 e 2008, 4,4 milhões de domicílios nacionais passaram a ter telefones (sejam linhas móveis ou fixas). O número de computadores com internet nas casas também cresceu, chegando à marca de 23,8% dos lares nacionais. Em 2007, essa taxa era de 20%.

De acordo com o IBGE, 82,1% (cerca de 47,2 milhões) dos domicílios nacionais contam com algum aparelho telefônico. Esse número é 5,3% maior que o de 2007. O estudo do Pnad também mapeou que 21,7 milhões de lares brasileiros possuem somente aparelhos de telefone móvel (celular), o que representa 37,6% do total de residências do País. Esse número é 5,9% superior ao registrado na pesquisa anterior realizada pelo IBGE.

Confira abaixo a porcentagem de domicílios com telefone e com acesso à internet, conforme a região brasileira:

Domicílios com aparelhos de telefone (fixo ou celular):
Norte – 72,4%
Nordeste – 66,8%
Sudeste – 88,9%
Sul – 89,8%
Centro-Oeste – 87,9%
Total: 82,1%

Domicílios com microcomputador (com acesso à internet):
Norte – 17,4%
Nordeste – 15,7%
Sudeste – 40%
Sul – 38,5%
Centro-Oeste – 30,9%
Total: 31,2%

Últimas notícias do mercado
Faturamento editorial no Brasil ganha impulso pelo e-commerce Mais de 16 milhões de títulos foram vendidos em 2016, diz pesquisa Programas culinários movimentam R$ 800 milhões em mídia No primeiro semestre de 2017, compra de espaço publicitário foi 17% maior que o mesmo período do ano passado Compra de mídia cresce 2% no primeiro semestre de 2017 Volume total de publicidade foi de R$ 61,9 bi nos seis primeiros meses desse ano, segundo Ibope Ativação do consumo no varejo cresce no Dia dos Pais Incertezas no cenário político não impediram o aumento de 10% nas vendas online TV está presente em 97% das casas dos brasileiros Online aumenta penetração de mercado, mas mídias tradicionais seguem líderes quando se trata de consumo de notícias Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados