11Ago/11

Renda das mulheres cresce 68% em nove anos

A massa de renda das mulheres brasileiras subiu mais do que a dos homens entre 2002 e 2011. A alta para elas foi de 68,2%, enquanto o rendimento deles ficou 43,1% maior no mesmo período. A renda das mulheres passou de R$ 412,4 bilhões (2002) para R$ 693,5 bilhões neste ano. Os dados são de levantamento do Data Popular.

“A mulher está estudando mais do que os homens, o que faz com que tenha um maior reconhecimento. Além disso, têm sido cada vez mais avaliada como uma profissional mais responsável e competente, o que também contribui para a sua valorização”, afirma Renato Meirelles, sócio-diretor do Data Popular.

Mesmo obtendo crescimento, a renda das mulheres ainda é inferior à dos homens. Em São Paulo, por exemplo, eles ganharam R$ 8,94 por hora em 2010, enquanto elas faturaram R$ 6,72. Segundo o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese), o mesmo ocorre em outras capitais.

O estudo registra ainda que, na divisão por classe social, 47,1% da renda das mulheres vem de trabalhadoras da classe C (ganho domiciliar médio de R$ 2.295), seguidas pelas da classe A (média de R$ 14.203), com 22,2%. Outras 20,7% pertencem à classe B (R$ 6.070) e 9,6% são da D (R$ 940). Apenas 0,5% são da classe E (R$ 273).

Com informações de Mariana Sallowicz do Folha.com.

Últimas notícias do mercado
Ativação do consumo no varejo cresce no Dia dos Pais Incertezas no cenário político não impediram o aumento de 10% nas vendas online TV está presente em 97% das casas dos brasileiros Online aumenta penetração de mercado, mas mídias tradicionais seguem líderes quando se trata de consumo de notícias Setor nacional de beleza masculina deve superar os EUA Mantendo o ritmo de 7,1% anualmente, o Brasil pode ser o maior mercado do mundo em 2018 60% dos brasileiros acreditam na mídia nacional, diz estudo Pesquisa coloca o Brasil em segundo lugar no índice de confiança do público nos meios de comunicação Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O segmento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados