20Jun/11

Publicidade online deve superar impresso em 2012

Estudo realizado pela consultoria PwC revela que a internet vai ter, já no ano que vem, mais propaganda do que os jornais. Brasil e China aparecem como os futuros líderes desta expansão. O levantamento recebeu o nome “Global Entertaiment and Media Outlook”, consultou 48 países e projetou o mercado até 2015.

A previsão de crescimento anual para a web é de 13%. A partir do momento em que ela será a mais requisitada, sua verba publicitária também aumentará. Em 2010, os anúncios online movimentaram US$ 70,5 bilhões. A estimativa para este ano é de US$ 80,1 bilhões e para 2015 de US$ 129,9 bilhões.

Em 2010, os jornais faturaram US$ 87,3 bilhões de verba publicitária no mundo e a previsão para 2015 é que chegue a US$ 97,9 bilhões. Até 2014, o Brasil ultrapassará a Itália, Coréia do Sul e Canadá para se tornar o sétimo maior mercado do setor.

Com informações do Comunique-se e do Adnews.

Últimas notícias do mercado
Planejamento de mídia sem fronteiras entre online e off-line Veículos multiplataforma mudam a maneira de pensar o planejamento e compra de mídia em todo o País OOH investe em dados para aumentar sua credibilidade Setor de mídia out of home foi o que mais cresceu neste ano e investe em dados para aumentar credibilidade Rádio mantém sua presença pelo Brasil Pesquisa revela que 32% das pessoas prestam atenção sempre ou quase sempre à publicidade veiculada no rádio 4 dicas para descomplicar um plano de mídia all-line Agora é tudo all-line. Confira quatro dicas da equipe boo-box/ftpi para descomplicar a construção de um plano de mídia Sinais de recuperação no varejo surgem após quatro anos Setor cresce 3,1% com a ajuda do e-commerce Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados