22Ago/11

Publicidade médica terá novas restrições em 2012

A propaganda, a utilização das redes sociais e as entrevistas de médicos e instituições médicas terão regras modificadas a partir de fevereiro de 2012. Uma nova resolução foi elaborada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e, entre as determinações, será proibida a associações e sindicatos médicos a indicação de produtos que tenham relação com a saúde.

A nova regra atinge também as embalagens de itens que tragam selo ou indicação da chancela médica. Nas redes sociais, o médico não pode divulgar endereço e telefone do consultório/serviço, anunciar aparelhagem e técnicas exclusivas ou divulgar anúncios com o nome do profissional sem o número do CRM (Conselho Regional de Medicina). Isso vale também para blogs. Sites de clínicas ou propagandas nas ruas podem continuar divulgando endereços e contatos dos médicos.

Regras muito específicas ficaram para a propaganda em TV, jornal, rádio, internet, papéis timbrados e outdoors. Elas incluem a divulgação do nome do médico e de seu CRM (ou os dados do responsável pela instituição), tamanhos mínimos para a divulgação destas informações e, em alguns casos, até a fonte da letra que deve ser usada.

Com informações de Johanna Nublat da Folha Online.

Últimas notícias do mercado
Consumidores brasileiros estão mais otimistas para 2017 Pesquisa identificou o percentual de pessoas que pretendem ir as compras no natal e o comportamento de consumo Investimento em publicidade deve crescer 3,3% no Brasil Apesar da crise econômica, investimentos globais podem crescer 4,2% no próximo ano, aponta pesquisa do Warc Autoatendimendo deve crescer em três anos no Brasil Consumidores querem experimentar novas tecnologias na hora da compra, entre elas estão o 3D e a Realidade Virtual Crise está alterando hábitos de consumo, segundo estudo A Kantar Worldpanel revela que brasileiro está mais estressado e opta por simplicidade na hora da compra O Live Marketing está alavancando empresas no Brasil Pesquisa da Ampro e da SSK, revela como o setor movimenta R$ 44 bilhões em meio a crise financeira do país Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2016 | © Todos os direitos reservados