20Jan/12

Publicidade cresce 16% em 2011, segundo Ibope Monitor

Os investimentos em publicidade no Brasil cresceram 16% em 2011 na comparação com 2012, segundo o Ibope Monitor. Dentre as mídias, a TV continua com sua participação de 53%, Jornal caiu (20%), e Revista e TV paga continuaram com 8%. A Internet subiu dois pontos e se distanciou um pouco de Radio, com 6% e 4% respectivamente.

Casas Bahia mantém-se como maior anunciante no período. Foi destaque a alta de 35% nos investimentos da Unilever, 2ª colocada, e a passagem da Reckitt Benckiser da 8ª para a 4ª posição, ficando atrás da Ambev e à frente da Hyundai Caoa, que teve os investimentos reduzidos, caindo para a 5ª posição. A Cervejaria Petrópolis também teve alta nos investimentos, chegando ao 6º lugar (estava no 12º em 2010). Caixa, Volkswagen e Procter&Gamble e Fiat fecham o ranking.

Nas agências, a Y&R continua na liderança, depois aparecem AlmapBBDO, Ogilvy, JWT, WmcCann, EuroRSCG, BorghiErh Lowe, Africa, Neogama e Publicis.

Em termos de praças com maior crescimento, temos Interior de São Paulo, Fortaleza e Brasília, com altas de 22%, 20% e 19%. Nos setores da economia, Varejo mantém a liderança com 22% de participação, com destaque para Higiene Pessoal e Beleza, que passou da 5ª para a 3ª posição. Veículos ficaram em 2º novamente, e Serviços ao Consumidor e Mercado Financeiro e Seguros perderam posições para Higiene.

Com informações do M&MOnline.

Últimas notícias do mercado
Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O seguimento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Produção de bens de capital tem alta de 1,5% em abril Segundo IBGE, a fabricação de bens de consumo duráveis também teve um aumento esse ano Varejo apresenta crescimento no 1º trimestre de 2017 Segundo dados do IBGE, os números são superiores aos do último trimestre de 2016 Impacto da televisão continua forte entre os consumidores Pesquisa da Kantar Media descreve o comportamento do consumidor nas plataformas de mídia atuais Expectativa de baixa inflação deixa consumidores otimistas A confiança reflete a melhora das perspectivas em relação ao emprego e situação financeira, diz pesquisa Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados