05Jul/12

Poder de compra da classe DE cresce no Brasil

A classe DE foi que registrou maior crescimento no consumo de bens não duráveis no primeiro trimestre de 2012, em comparação ao mesmo período de 2011. Nos primeiro trimestre de 2012, os consumidores da baixa renda passaram de 25% em participação nos gastos para 30%, um aumento de 12%. Já a classe AB caiu de 33% para 30%. A classe C ainda é detentora da maior fatia da participação dos gastos no Brasil, mesmo passado de 42% para 40%.

Uma das explicações para a o salto no poder de compra da classe DE foi o crescimento da variedade de produtos comprados. Das 78 categorias analisadas pelo levantamento trimestral da Kantar Worldpanel, a aquisição de 65 delas cresceu nas residências da baixa renda.

O aumento do consumo também é um reflexo do desenvolvimento dos pequenos centros no país, onde está presente 70% da classe DE. Enquanto essas regiões ampliaram 13% no primeiro trimestre de 2012, os grandes centros cresceram 9%.

Os itens que fazem parte da cesta de café da manhã do brasileiro alavancaram o bom desempenho do consumo no primeiro trimestre de 2012. O pão, que teve uma queda de 10% em seu preço médio, está no topo da lista com um crescimento de 22% em volume de vendas. Em seguida aparecem café torrado, iogurte, leite longa vida e bolos prontos.

O resultado reflete uma transformação das padarias como um forte canal de consumo. O consumidor vês estes estabelecimentos com uma nova alternativa de compra. Segundo a Kantar Worldpanel, uma em cada duas idas a pontos de venda no Brasil são em padarias. Entre os produtos mais procurados temos os refrigerantes, pasteurizado, longa vida, biscoito e salgadinhos.

Percebe-se também uma mudança de comportamento de consumo da classe DE em relação à sustentabilidade. De acordo com a pesquisa, o brasileiro demonstrou uma tendência a escolher produtos com abordagem sustentável se estes apresentarem benefícios financeiros. Quanto ao uso das sacolas retornáveis, 43% da população da baixa renda nunca utilizou as ecobags.

Com informações de Isa Sousa, do Mundo do Marketing / Adaptação: Equipe FTPI.

Últimas notícias do mercado
Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O seguimento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Produção de bens de capital tem alta de 1,5% em abril Segundo IBGE, a fabricação de bens de consumo duráveis também teve um aumento esse ano Varejo apresenta crescimento no 1º trimestre de 2017 Segundo dados do IBGE, os números são superiores aos do último trimestre de 2016 Impacto da televisão continua forte entre os consumidores Pesquisa da Kantar Media descreve o comportamento do consumidor nas plataformas de mídia atuais Expectativa de baixa inflação deixa consumidores otimistas A confiança reflete a melhora das perspectivas em relação ao emprego e situação financeira, diz pesquisa Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados