28Jul/11

Pesquisa revela motivações de uso da web pela classe C

A WMcCann divulgou estudo sobre como a classe C utiliza a web. Foram realizadas 3.050 entrevistas com homens e mulheres, usuários da internet, de 17 a 45 anos. Pessoas de 26 cidades de cinco países (Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica e México) foram consultadas em janeiro e fevereiro de 2011. Entre elas, 70% eram consumidores emergentes e 30% pertencentes à classe média típica.

Detectou-se que as atividades mais frequentes deste público na web são a comunicação, o lazer, a interação e o compartilhamento. Segundo a pesquisa, o consumidor emergente está desenvolvendo um alto nível de autonomia e independência no mundo digital e as marcas ainda não encontraram um modo de se fazer indispensáveis na internet.

Com relação ao conteúdo, os entrevistados ressaltaram que gostariam de ter mais informações sobre nutrição e hábitos alimentares. Somado a este tema, o público do estudo destacou ainda utilizar muito a web para trocar preocupações e aprendizados sobre maternidade e paternidade.

Outra busca usual relatada no levantamento foi por atividades relacionadas à saúde e ao bem‐estar. A WMcCann revelou que 43% dos consumidores da classe média típica usam a internet para fazer escolhas mais saudáveis, e que 42% usam para adotar comportamentos mais saudáveis. Esta proporção para o consumidor emergente ficou, respectivamente, em 38% e 37%.

Sobre as redes sociais, os consultados informaram que as utilizam para realizar negócios e para administrar carreira e família. Já os blogs pessoais são montados para construir uma boa imagem.

Com informações do CCSP.

Últimas notícias do mercado
Conheça as novidades do Facebook e do Instagram Mark Zuckerberg anunciou durante a conferência anual de desenvolvedores do Facebook ferramentas para incrementar a experiência com as redes sociais. 5 dicas para turbinar seu planejamento digital Estratégias simples podem definir uma trajetória online de sucesso. Clique e confira 5 dicas preciosas para criar um planejamento digital! Anunciantes: o que muda no Facebook após o escândalo da Cambridge Analytica Como as mudanças na política de privacidade da rede social podem afetar o desempenho das campanhas de marcas Humor na publicidade: até que ponto vale a graça O humor sempre foi um dos pilares mais fortes da publicidade, mas é preciso acertar na dose para garantir sucesso Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2018 | © Todos os direitos reservados