12Dez/12

Pesquisa analisa comportamento de compra da classe C

A forma de crédito mais escolhida pela classe C é o parcelamento direto pelo lojista. O cartão de crédito então vem ganhando cada vez mais importância. Enquanto o cheque especial ou empréstimo bancário acabam sendo pouco utilizadas em razão do acesso mais restrito às contas correntes. Estes são os resultados da pesquisa Brasil com S, feita pela Lua Propaganda, em outubro, que consultou dois mil consumidores em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Curitiba, Porto Alegre, Goiânia e Belém.

Para Sérgio Ricardo Soares, de 38 anos, o financiamento possibilitou a compra de seu carro e o ingresso na primeira faculdade. Ele já planeja uma pós-graduação. Estas possibilidades eram fora da realidade há oito anos para Soares. Com renda entre R$ 3,1 mil e R$ 6,2 mil, casado e pai de três filhos, ele é o retrato do comportamento dos consumidores da nova classe média brasileira, que já soma 105 milhões de pessoas e responde por 55% da população em território nacional.

Segundo Átila Francucci, vice-presidente de criação e de planejamento da Lua Propaganda, “esses indivíduos não se identificam com os termos ‘Classe C’ e ‘Nova classe média”. De acordo com o levantamento, 57% diz que a sua condição econômica melhorou na última década, não só em relação ao consumo, mas também ao estilo de vida, com escola particular, lazer e plano de saúde, que passaram a caracterizar o novo brasileiro da classe média.

Com informações de Janaina Langsdorff, do M&MOnline / Adaptação: Equipe FTPI | Negócios em Mídia | Mídia Regional.

Últimas notícias do mercado
Ativação do consumo no varejo cresce no Dia dos Pais Incertezas no cenário político não impediram o aumento de 10% nas vendas online TV está presente em 97% das casas dos brasileiros Online aumenta penetração de mercado, mas mídias tradicionais seguem líderes quando se trata de consumo de notícias Setor nacional de beleza masculina deve superar os EUA Mantendo o ritmo de 7,1% anualmente, o Brasil pode ser o maior mercado do mundo em 2018 60% dos brasileiros acreditam na mídia nacional, diz estudo Pesquisa coloca o Brasil em segundo lugar no índice de confiança do público nos meios de comunicação Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O segmento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados