12Fev/18

O jornalismo profissional no combate às fake news

As fake news estão constantemente presentes no nosso dia a dia. Em tempo recorde, o termo se tornou um jargão jornalístico e também sinônimo de difamação. Pesquisas indicam que grande parte dos compartilhamentos de notícias no Facebook e WhatsApp não são verídicas. O jornal Folha de S.Paulo surpreendeu ao anunciar, na semana passada, que não atualizará mais sua conta no Facebook, após decisão da rede social de diminuir a visibilidade do jornalismo profissional nas páginas de seus usuários.

De acordo com a publicação, o algoritmo da rede passou a privilegiar conteúdos de interação pessoal, em detrimento dos distribuídos por empresas, como as que produzem jornalismo profissional. Isso reforça a tendência do usuário a consumir cada vez mais conteúdo com o qual tem afinidade, favorecendo a criação de bolhas de opiniões e convicções, bem como a propagação das fake news.

“O fenômeno das notícias falsas afetou a reputação das mídias sociais como fontes de informação. Para disseminar e combater as fake news, alguns veículos de comunicação apostam na credibilidade e relevância do jornalismo sério para manter nítida a distinção entre notícia e falsidade”, explica Valmyr Mateoli, sócio-diretor do Grupo FTPI, conglomerado de empresas que, há 30 anos, prestam serviço de consultoria em planejamento e compra de mídia para agências e clientes.

Em setembro do ano passado, a Kantar publicou os resultados de seu estudo global sobre confiança nas notícias, o Trust In News. O relatório, elaborado a partir de entrevistas com 8 mil indivíduos no Brasil, França, Reino Unido e Estados Unidos, mostrou que os esforços para associar “veículos consolidados” a fake news fracassaram grandemente. A reputação dos veículos já consolidados de mídias impressas e canais de TV e rádio provou ser mais resistente que a de plataformas de mídias sociais e de veículos de notícias exclusivamente online, principalmente por conta da profundidade da cobertura oferecida.

O jornal Diário do Nordeste, um dos mais lidos do Norte e Nordeste e representado do Grupo FTPI, está há mais de 30 anos no mercado de notícias off-line e mais de 15 anos no mercado de notícias online. O veículo investe em recursos para oferecer as notícias em tempo real e com total confiança. “O Diário do Nordeste sempre se preocupou em oferecer conteúdo de credibilidade para seus leitores e anunciantes e os números comprovam sua importância. Cerca de 80% dos leitores de jornais de Fortaleza, lêem o Diário do Nordeste. Outras 75% acessam o jornal no meio digital. Já nas redes sociais, o veículo é seguido por mais de 650 mil pessoas”, enfatiza Mateoli.

Embora exista um aumento na incidência das fake news no Brasil e no mundo, os grandes veículos de comunicação continuam com sua reputação inabalada e seguem fazendo o bom e velho jornalismo pautado na credibilidade e confiança de seus leitores.

Últimas notícias do mercado
Mídias OOH se reinventam para fisgar a atenção dos mais jovens Outdoors, placas e telas de LCD estão ganhando espaço na publicidade por serem tão eficientes quanto as redes sociais quando o assunto é conversar com os mais novos. Como o blockchain promete revolucionar o marketing digital Tecnologia usada para a base de dados descentralizada das moedas digitais traz transparência e praticidade ao mercado publicitário. Como a TV on demand e a TV por assinatura aprenderam a caminhar juntas Inimigas nos tempos modernos? Nada disso! Veja como a TV on demand chegou para completar a TV por assinatura. Engajamento digital: como jogadores de futebol ajudam no seu negócio Com milhares de seguidores nas redes sociais, a imagem dos craques de futebol pode ser usada pela sua empresa para alcançar consumidores. Conheça o IGTV, o novo aplicativo de vídeos do Instagram Recurso de vídeos na vertical e com até uma hora de duração chega para abrir a competição contra o YouTube. Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2018 | © Todos os direitos reservados