13Dez/11

Mulheres já dominam faculdades, diz pesquisa

Segundo dados do Ministério da Educação, as mulheres já superaram os homens em número de estudantes e até doutores nas universidades, mas a ocupação de cargos de chefia ainda não é realidade no dia a dia das empresas. Mesmo presentes em maior número nas salas de aulas, elas estão em desvantagem em relação aos homens.

Informações dão conta que, na educação básica, há muito mais professores do sexo feminino do que masculino. Do total de 2 milhões de professores registrados no Censo Escolar em 2010, 80% são do sexo feminino, mas mesmo assim, elas não são maioria entre os professores da educação profissional. No ensino superior, 54% de seus 62 mil professores são do sexo masculino.

Apesar de as mulheres serem maioria entre os universitários brasileiros – 3 milhões dos 5,4 milhões de estudantes – e também entre os doutores – desde 2004, as mulheres superaram os homens no doutorado –, elas são minoria nos cargos de docente. De acordo com o Censo da Educação Superior, dos 345 mil professores universitários em exercício no ano passado, 154 mil eram mulheres.

Para os estudiosos, a desigualdade entre homens e mulheres ainda acontece pela discriminação no ambiente acadêmico e científico e por causa dos papéis domésticos, assumidos na maioria das vezes pelas mulheres.

Para Marlise Matos, professora do Departamento de Ciência Política e coordenadora do Núcleo de Estudos sobra a Mulher da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o ambiente acadêmico é de discriminação. “Há um mito de que a ciência e a academia são lugares isentos. É essencial compreender que esses campos são políticos, lugares de disputa de poder, refletindo o contexto social no qual está inserido: uma sociedade patriarcal, machista, racista e heterossexista. Por isso, não vamos achar negros, mulheres e homossexuais em postos de grande importância”, diz.

Com informações da repórter Priscilla Borges, do IG Educação.

Últimas notícias do mercado
Compra de mídia em SP passa de 5.600 anunciantes em 2016 Estudo realizado pela Kantar mostra que a capital paulista recebeu mais de R$ 28 bilhões em campanhas publicitárias A cidade de Alta Floresta fica no norte mato-grossense e está a 800 km de... Em pesquisa, jornal é a mídia com maior credibilidade Levantamento do Ibope da Pesquisa Brasileira de Mídia mostra o meio como preferencial entre os pesquisados Os líderes do mercado publicitário global, segundo estudo Os mercados da China e dos Estados Unidos detém os maiores crescimentos dos últimos dez anos Consumidores brasileiros estão mais otimistas para 2017 Pesquisa identificou o percentual de pessoas que pretendem ir as compras no natal e o comportamento de consumo Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados