13Dez/12

Mercado de combustíveis deve crescer de 6,3% em 2012

A comercialização de combustíveis no país deve fechar o ano com aumento de 6,3%, em comparação a 2011. De acordo com o Sindicom – Sindicato Nacional das Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes, as vendas devem ser de 118 bilhões de litros neste ano.

Para o presidente executivo do Sindicom, Alisio Vaz, o crescimento foi bastante expressivo. “Surpreendente para uma economia que cresce em torno de 1,5%”, disse.

O óleo diesel é responsável por 47,1% do mercado e deve crescer 6,8% nas vendas neste ano, ultrapassando a média dos combustíveis. O maior crescimento promete ser nas regiões Centro-Oeste (11%), Norte (10%) e Nordeste (10%).

A gasolina, que tem 33,6% do mercado, deve ser responsável por um crescimento de 12,2%. O destaque será para a Região Nordeste, onde a alta será de 17% nas vendas. No Norte e Centro-Oeste, o mercado deve saltar 15% em 2012.

O querosene de aviação, com 6,3% de participação, terá o maior crescimento de todos os combustíveis: 36%.

Já o etanol hidratado, óleo combustível e gás natural veicular indicam que apresentarão quedas. O etanol, que tem 8,2% do mercado, terá redução de 10,4%, em razão do alto preço.

O levantamento mostra também Sindicom que a gasolina tem a maior carga tributária (34,3%) entre os combustíveis. O diesel tem carga média de 20,6%, o etanol tem em São Paulo (19,1%) e no resto do país (27,8%).

Com informações da Agência Brasil / Adaptação: Equipe FTPI | Negócios em Mídia | Mídia Regional.

Últimas notícias do mercado
Anunciantes: o que muda no Facebook após o escândalo da Cambridge Analytica Como as mudanças na política de privacidade da rede social podem afetar o desempenho das campanhas de marcas Auto Draft O jornal Folha de Pernambuco é um veículo com 19 anos de história, voltado ao... Humor na publicidade: até que ponto vale a graça O humor sempre foi um dos pilares mais fortes da publicidade, mas é preciso acertar na dose para garantir sucesso Jovens interagem mais com a imprensa tradicional Em meio às preocupações com a polarização política, público jovem tem valorizado conteúdos editoriais com tom mais neutro Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2018 | © Todos os direitos reservados