22Out/10

Marketing direto gera receita de R$ 21,7 bi no Brasil

O estudo Indicadores ABEMD, a maior pesquisa relacionada ao mercado de Marketing Direto do Brasil e organizado pela Associação Brasileira de Marketing Direto (ABEMD) e pela Simonsen Associados, chegou à sua 5ª edição. Neste ano, além do crescimento na receita gerada pelo setor de marketing direto, foi destacada a importância de alguns subsegmentos, como é o caso do e-commerce.

Foram consultadas 214 empresas – sendo que 43% tiveram faturamento superior a R$ 100 milhões em 2009. O levantamento identificou que a receita gerada pelo mercado de marketing direto no Brasil, no último ano, correspondeu a R$ 21,7 bilhões – o equivalente a 0,69% do PIB brasileiro. Constatou-se também um crescimento do setor neste primeiro semestre de 2010, quando teve um aumento de 21,1% se comparado ao mesmo período do ano anterior.

Dentre os subsegmentos que registraram maior crescimento estão o de Database e CRM – com avanço de 17,4% –, assim como o de Internet e E-Comemrce (15,6%) e o de Fornecedores e Listas (12,5%). O setor de Internet e E-Commerce foi o que obteve maior participação nas receitas investidas em marketing direto, sendo responsável por 24,9% delas. O segmento de Call Center ocupa o segundo lugar, com 22,5% das receitas. Outro ponto de destaque é o crescimento no número de empregos gerados pelo setor: com 1 milhão e 225 mil empregos diretos, o mercado de marketing direto cresceu 8,4% em 2009.

Com informações do M&M Online.

Últimas notícias do mercado
Anunciantes: o que muda no Facebook após o escândalo da Cambridge Analytica Como as mudanças na política de privacidade da rede social podem afetar o desempenho das campanhas de marcas Auto Draft O jornal Folha de Pernambuco é um veículo com 19 anos de história, voltado ao... Humor na publicidade: até que ponto vale a graça O humor sempre foi um dos pilares mais fortes da publicidade, mas é preciso acertar na dose para garantir sucesso Jovens interagem mais com a imprensa tradicional Em meio às preocupações com a polarização política, público jovem tem valorizado conteúdos editoriais com tom mais neutro Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2018 | © Todos os direitos reservados