06Nov/18

Internet das Coisas (IoT): saiba como usá-la para se conectar ao consumidor

Internet das Coisas: saiba como usá-la para se conectar ao consumidor

Você provavelmente já deve ter escutado a expressão Internet das Coisas, certo? Esse é um dos termos mais modernos para descrever a nossa relação com a tecnologia e a maneira como ela está presente em todos os cantos, seja em casa ou no trabalho.

Apesar de parecer bem específico, esse conceito já faz parte do dia a dia de muitos consumidores, e a tendência é que seja cada vez mais. A proposta da Internet das Coisas é tornar todos os aparelhos da vida de uma pessoa mais práticos, extrapolando suas funções tradicionais e deixando-os com acesso à internet para aumentar sua utilidade.

Para as empresas, isso significa ter um cliente conectado o tempo inteiro, o que amplia o acesso que se tem a ele e estende as possibilidades de conhecer melhor seus hábitos e preferências.

Mas, afinal, o que é Internet das Coisas?

A Internet das Coisas, que também é conhecida como IoT, nada mais é do que um termo designado para descrever todos aqueles objetos que conseguem se conectar à internet. E aqui não estamos falando somente de celulares, computadores ou notebooks, viu?

Sabe a rede de câmeras de segurança do seu condomínio? Provavelmente ela tem acesso à rede de internet, para que assim consiga gravar as imagens e transmitir para algum outro servidor. É também desse jeito que você consegue ver as gravações a partir do seu celular, por exemplo.

Ou que tal a sua televisão? Se você tem uma Smart TV ou um software como a Apple TV, precisa estar online para usar a Netflix, o YouTube ou outro aplicativo como esses. E o mesmo vale para um videogame caso você queira compartilhar a pontuação com os amigos ou jogar a uma partida ao mesmo tempo que eles.

A Internet das Coisas está em todos os lugares, e não só no entretenimento: já existem geladeiras que entram na rede para ajudar com as compras do mês, conjunto de lâmpadas que ficam conectadas para mudar a luz do ambiente e até aparelhos de ar-condicionado que podem ser ligados no caminho do trabalho para casa com a ajuda de um aplicativo no celular.

Onde encontrar a Internet das Coisas?

Se aquela casa do futuro imaginada nos desenhos de antigamente, como nos Jetsons, já está perto de ser realidade, isso não está tão longe de também acontecer em lugares como hospitais e grandes lojas.

Conectando os mais variados objetos à internet, dá para multiplicar as suas funções. Já existem clínicas, por exemplo, que mandam o resultado da coleta de sangue ou de outros exames automaticamente para o celular, sem que os funcionários precisem se organizar para isso.

O controle da entrada e saída de pacientes na emergência também fica muito mais fácil com esse tipo de tecnologia: alguns hospitais já estão investindo na melhoria do velho sistema de pulseirinhas com o uso de scanners para registrar toda a sua passagem por lá. Fora que o histórico do paciente também pode ficar registrado e conectado com todos os diferentes setores e médicos pelos quais ele passar.

Na agricultura, o conceito também está revolucionando a maneira como a tecnologia é usada, com máquinas que controlam a temperatura ou umidade do solo, além de equipamentos que se conectam à internet para avaliar a previsão do tempo e antecipar horas de trabalho.

Fora a logística, que fica mais prática em qualquer tipo de empresa. O setor tem desde prateleiras inteligentes que controlam a entrada e saída de produtos até sensores em caminhões e ônibus, que ajudam a localizar uma mercadoria e a registrar toda a sua rota.

Internet das Coisas na publicidade

Todos esses equipamentos acessando à rede mostram que o seu cliente está conectado o tempo inteiro. Já pensou quantas maneiras diferentes de entrar em contato com ele? Os jeitos de usar esse conceito dentro da publicidade são enormes, desde antecipando as necessidades do consumidor até mirando na maneira como ele consome diferentes produtos.

Uma das maiores vantagens da Internet das Coisas dentro do marketing é agilizar a ligação entre cliente e marca. Carros inteligentes, por exemplo, conseguem identificar peças com defeito e encomendar uma nova diretamente com a fábrica, sem que o consumidor precise entrar em contato com a empresa. Nesse processo de antecipação da necessidade, o cliente sai satisfeito porque teve seu problema resolvido rapidamente e a marca economiza dinheiro e energia para aplicar em outras áreas.

E, além disso, esse tipo de relacionamento quase que ininterrupto do consumidor com os aparelhos tecnológicos permite que as empresas façam um mapeamento completo do comportamento do cliente, para assim focar em peças que sejam feitas especialmente para ele. Existem produtos que até mandam diagnósticos completos de uso, ajudando as marcas a identificarem seus cases de sucesso e os que precisam ser aposentados.

Além de abrir novos caminhos diretos para que as marcas se conectem aos clientes, essas tecnologias também registram e armazenam dados fundamentais para a análise de estratégias de venda e de produção, e isso nos mais variados segmentos da indústria e da publicidade. Desde a loja do shopping center até as fábricas se beneficiam em estar o tempo inteiro conectadas, e a sua empresa pode entrar nesse jogo entendendo melhor o dia a dia do consumidor.

A Internet das Coisas está revolucionando a maneira como pensamos e usamos os mais diferentes objetos, tanto em casa como no trabalho. Esse conceito está tomando conta de diversos espaços, e não deve demorar a se converter em uma parte fundamental do cotidiano.

Últimas notícias do mercado
Internet das Coisas (IoT): saiba como usá-la para se conectar ao consumidor Acesso à rede a partir de diferentes objetos pode ajudar marcas a entenderem as necessidades do seu cliente. 4 fatores que influenciam os consumidores Conhecer os hábitos do seu consumidor é a chave para acertar no tom da publicidade e chamar a atenção dele ao seu produto. 6 tecnologias que prometem facilitar a vida do publicitário Conheça as plataformas que podem ajudar a melhorar o desempenho de uma marca nas redes sociais. Google Marketing Platform, a nova plataforma para publicidade online Conheça a ferramenta que promete otimizar o planejamento e administração das campanhas de marketing da sua empresa. Mídias OOH se reinventam para fisgar a atenção dos mais jovens Outdoors, placas e telas de LCD estão ganhando espaço na publicidade por serem tão eficientes quanto as redes sociais quando o assunto é conversar com os mais novos. Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2018 | © Todos os direitos reservados