08Abr/13

Custo para ter carro em SP é o 2º maior do mundo

Segundo uma pesquisa apresentada pela Economist Intelligence Unit (EIU), unidade de pesquisas da revista britânica The Economist, a São Paulo é a segunda mais cara do mundo para se ter um carro. O levantamento considerou outras 14 metrópoles.

Xangai, na China, ocupa a 1ª posição. O estudo leva em conta o preço dos veículos e os custos para mantê-lo. As cidades de países emergentes estão no topo da lista em razão do preço dos carros. De acordo com os resultados, conclui-se que, para se comprar um carro em São Paulo gasta-se pelo menos três vezes mais que em Tóquio. Na terceira posição está Nova Deli, na Índia.

Nos países emergentes, os itens de luxo importados recebem cargas mais elevadas de impostos, aumentando os preços. Foram usados veículos das marcas Mercedes e Audi, para permitir a comparação entre diversos países.

Com informações de O Estado de S. Paulo. / Adaptação: Equipe FTPI | Negócios em Mídia | Mídia Regional.

Últimas notícias do mercado
Setor nacional de beleza masculina deve superar os EUA Mantendo o ritmo de 7,1% anualmente, o Brasil pode ser o maior mercado do mundo em 2018 60% dos brasileiros acreditam na mídia nacional, diz estudo Pesquisa coloca o Brasil em segundo lugar no índice de confiança do público nos meios de comunicação Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O segmento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Produção de bens de capital tem alta de 1,5% em abril Segundo IBGE, a fabricação de bens de consumo duráveis também teve um aumento esse ano Varejo apresenta crescimento no 1º trimestre de 2017 Segundo dados do IBGE, os números são superiores aos do último trimestre de 2016 Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados