04Dez/17

Consumo de TV aumenta 1 hora nos últimos 10 anos

O tempo médio de consumo de televisão do brasileiro cresceu uma hora em dez anos. Mesmo com o consumo de mídia sendo diversificado em outras telas e plataformas, o principal meio de comunicação criado no século 20 evoluiu junto com seu público e manteve crescimento. Se em 2007 o telespectador passava cerca de cinco horas e 11 minutos assistindo TV diariamente, ano passado esse tempo médio foi de seis horas e 17 minutos, segundo estudo realizado Kantar Ibope Media.

Outro estudo desenvolvido pelo Target Group Index mostra que 53% dos brasileiros confiam na televisão para obter informações. Além disso, 44% apontam a plataforma como principal fonte de entretenimento. Outro dado bastante peculiar indica que 54% das pessoas se interessam por comerciais de TV, por eles proporcionarem assuntos diversos para conversar com os amigos.

“A TV está em praticamente todos os lares brasileiros e tem espaço garantido no cotidiano das pessoas. Os dispositivos e plataformas acabam se complementando e enriquecendo a experiência do telespectador, no momento e no lugar em que ele estiver”, diz Valmyr Mateoli, sócio-diretor do Grupo FTPI, conglomerado de empresas focadas no planejamento e compra de mídia desde os anos 80.

Por outro lado, o vídeo sob demanda (VOD) vem ganhando destaque. Segundo a pesquisa, cerca de 20% dos brasileiros já são adeptos, índice nove vezes maior do que em 2013. Essa nova maneira de consumir conteúdo complementa o alcance da televisão linear: a pesquisa aponta que 48% dos telespectadores brasileiros têm o hábito de se programar para assistir conteúdos de TV, demonstrando que o consumo de acordo com a grade televisiva das emissoras e o consumo não linear coexistem.

A TV Diário, veículo representado pelo Grupo FTPI e consagrado em todo o Ceará como a “TV do Nordeste”, é um exemplo de como a disponibilização de conteúdos nas mais diversas plataformas e dispositivos impulsiona a evolução do meio. Multiplataforma, toda programação é transmitida em qualquer momento, para o mundo inteiro, via televisão, internet e mobile para aproximadamente 18 milhões de pessoas. “A TV Diário é um case de sucesso. Ela é pioneira na transmissão ao vivo pela internet. São Paulo se destaca entre os Estados que mais visualizam o streaming ao vivo, representando 17% da audiência”, enfatiza Mateoli.

Para o executivo, a relevância da televisão nos lares brasileiros é refletida também no mercado publicitário, ambiente em que o meio ocupa espaço importante na estratégia de comunicação de diversas marcas. No ano passado, a TV aberta seguiu como líder absoluta na captação de verbas da publicidade, crescendo 2,4% e atingindo 55% do share, contra 51% registrados em 2015, de acordo com pesquisa da Kantar Ibope Media.

Últimas notícias do mercado
5 tendências de mídias sociais para ficar ligado em 2018 Entre as plataformas que conectam marcas e consumidores, as mídias sociais estão longe de perder o posto no ano que vem Consumo de TV aumenta 1 hora nos últimos 10 anos Emissoras como TV Diário do Ceará são exemplos de como os conteúdos multiplataformas tem impulsionado o meio Poder dos influenciadores digitais vai além da geração Y Pesquisa revela que quase ¼ dos pais da geração Y são influenciados por personalidades digitais Planejamento de mídia sem fronteiras entre online e off-line Veículos multiplataforma mudam a maneira de pensar o planejamento e compra de mídia em todo o País OOH investe em dados para aumentar sua credibilidade Setor de mídia out of home foi o que mais cresceu neste ano e investe em dados para aumentar credibilidade Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados