28Nov/19

Como as marcas podem melhorar a conexão com o público feminino?

Como as marcas podem melhorar a conexão com o público feminino?

A forma como as mulheres são retratadas na publicidade mudou muito com o passar do tempo. As marcas vêm concentrando seus esforços para transformar vícios de imagem antigos, repletos de estereótipos, em uma comunicação mais diversificada. Mas, apesar da melhora efetiva que já pode ser presenciada, elas ainda não estão se sentindo completamente representadas.

De acordo com o AdReaction, um levantamento feito pela Kantar, 76% das mulheres acreditam que seus retratos na publicidade fogem da realidade. Outro dado mostra que homens falam 7 vezes mais e aparecem 4 vezes mais que elas nos anúncios. Alguns setores já repensaram as estratégias, como cosméticos e moda, enquanto outras ainda mostram certa distância e falta de representatividade feminina, como telefonia, financeiro, alimentos e bebidas.

Para guiar outras organizações, ajudando a entender melhor a necessidade da representatividade, a empresa divulgou outro estudo, o What Women Want – Uma análise da Autoestima Feminina no Brasil, que mostra insights preciosos sobre como se comunicar melhor, empoderando as consumidoras.

A pesquisa analisou o comportamento feminino e a relação com as marcas em cinco dimensões: representatividade, autonomia sexual e corporal, liberdade de pensamento e expressão, autonomia financeira e conexão social.

Conheça algumas conclusões que o estudo chegou em relação ao que os anunciantes devem fazer em sua comunicação para alcançar as mulheres e também internamente, em suas equipes:

  • Dar destaque a mulheres que foram esquecidas ou intencionalmente excluídas da história pode ser uma ótima maneira de explorar a visibilidade e estabelecer a conexão do público com personagens femininas inspiradoras.
  • Os espaços exclusivos para o público feminino e redes sociais – inclusive grupos e comunidades – podem criar uma boa oportunidade para promover as marcas. Com isso, ainda é possível obter colaborações e captar ideias incríveis com todas essas mulheres trabalhando juntas no seu negócio.
  • Celebre a forma como realmente são, sem censuras sobre seus comportamentos. Mostre aquelas que se recusam a se conformar às expectativas da sociedade sobre elas, indo além de representações estreitas sobre mulheres e suas vidas. Trabalhe o encorajamento e ajude a derrubar conotações negativas relacionadas ao gênero feminino.
  • Vá além da diversidade. Esse discurso precisa evoluir para o de interseccionalidade, inclusão e representação. Cuidado com a superficialidade. É importante que a marca realmente entenda as experiências de seus diferentes públicos e construa campanhas que falem sobre suas preocupações e necessidades.
  • Dê visibilidade às mulheres que geraram grande revolução ou mudanças. Use sua plataforma para elevá-las e amplificar suas vozes, estabelecendo uma conexão mais efetiva com o público feminino.
  • Ofereça o poder para que elas assumam o controle das coisas que mais importam para elas. É necessário quebrar tabus e ignorar convenções para inovar de verdade.

Confira o estudo What Women Want – Uma análise da Autoestima Feminina no Brasil completo aqui.

Últimas notícias do mercado
Investimentos em rádio, TV e OOH permanecerão estáveis em 2020, revela Kantar Estudo realizado com executivos também aponta crescimento em meios digitais. Como as marcas podem melhorar a conexão com o público feminino? Estudo da Kantar revela que a maioria das entrevistadas acredita que a forma como são retratadas em campanhas publicitárias foge da realidade. Férias: conheça as preferências dos viajantes brasileiros Pesquisa realizada pela empresa Skyscanner revelou que 67% passarão as festas em destinos nacionais. YouTube Studio lança novos filtros de pesquisa para comentários Novo recurso foi baseado na principal solicitação dos criadores de conteúdo, segundo a empresa. Compras por m-commerce representam ⅓ das vendas online no Brasil De acordo com a Ebit | Nielsen, pedidos via dispositivos móveis dobraram em dois anos. Neste ano, canal deve crescer mais 15%. Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2019 | © Todos os direitos reservados