26Fev/18

Como a inteligência artificial está transformando a publicidade

Durante muito tempo, a inteligência artificial (AI, da sigla em inglês) foi tratada como algo imprescindível em aplicações futuristas. Hoje o cenário é diferente. A tecnologia, que dá aos computadores a capacidade de pensar como seres humanos, já está inserida em situações do nosso dia a dia e vem sendo considerada uma das inovações mais importantes para o futuro da publicidade. Emocionante ou assustadora, a AI está transformando o setor, principalmente as ações voltadas ao digital.

A inteligência tem oferecido avanços importantes à comunicação digital de empresas em todo mundo. Os exemplos vão desde a segmentação avançada de consumidores a insights para a compra da mídia correta. Mas qual o lugar dessa tecnologia na publicidade? Os consumidores estão prontos?

Em pesquisa da Weber Shandwick e da KRC Research, entrevistados em todo o mundo acreditam que a AI pode ajudar a resolver muitos problemas: 72% declararam que um de seus benefícios é a capacidade de completar tarefas muito difíceis ou perigosas para as pessoas. Já 69% dizem que a AI fornece acesso mais fácil a notícias e informações relevantes.

Aplicada na publicidade, a inteligência artificial tem obtido êxitos como, por exemplo, as compras programáticas. Além disso, tem permitido aos profissionais de marketing gerir o desempenho de forma mais eficiente, por meio de anúncios relevantes e personalizados alavancados por algoritmos de segmentação aprimorados.

Os algoritmos utilizados para gerar eficiência em redes de lances em tempo real movimentarão US$ 42 bilhões em investimentos anuais até 2021, ante US$ 3,5 bilhões em 2016, segundo estimativas da empresa de pesquisas Juniper. Embora o valor trazido pela AI ao modelo programático seja inegável, não podemos esquecer que a força de trabalho humana ainda é um componente vital na compra bem sucedida de mídia.

Oportunidades e desafios para marcas

É importante lembrar que alcançar a maturidade na utilização da AI exige investimentos pesados ​​em hardware e software. Ademais, como no caso da inteligência humana, a inteligência artificial precisa de tempo para se desenvolver. Consequentemente, empresas e marcas devem ter paciência e avançar em direção a essa tecnologia de forma muito bem planejada e estruturada.

As etapas necessárias neste caminho podem incluir a automação de processos básicos de dados e a implementação de análises integradas. Este é, precisamente, o ponto em que as agências e consultorias de comunicação podem ajudar seus clientes, tanto no papel de conselheiros confiáveis ​​como no de parceiros de execução.

Últimas notícias do mercado
Anunciantes: o que muda no Facebook após o escândalo da Cambridge Analytica Como as mudanças na política de privacidade da rede social podem afetar o desempenho das campanhas de marcas Auto Draft O jornal Folha de Pernambuco é um veículo com 19 anos de história, voltado ao... Humor na publicidade: até que ponto vale a graça O humor sempre foi um dos pilares mais fortes da publicidade, mas é preciso acertar na dose para garantir sucesso Jovens interagem mais com a imprensa tradicional Em meio às preocupações com a polarização política, público jovem tem valorizado conteúdos editoriais com tom mais neutro Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2018 | © Todos os direitos reservados