03Jun/11

Canais pagos podem ter mais propaganda

A Anatel está analisando proposta que deseja igualar o número de inserções de publicidade das TVs fechadas com a quantia liberada por lei às empresas de TV aberta (que possuem 25% da programação composta por propaganda). Hoje, emissoras pagas têm 70% de faturamento com assinaturas e 30% com publicidade.

Caso a idéia seja aprovada, os canais fechados também terão direito a colocar comerciais em 25% de sua grade de exibição. Uma parte da receita gerada pelo aumento da publicidade será utilizada para custear metas de coberturas que serão impostas pela Anatel.

Divergências poderão surgir. Em 2010, por exemplo, o Ministério Público Federal de São Paulo questionou o excesso de propagandas em canais pagos. Na época, criticava-se a veiculação de propaganda por oito minutos a cada hora.

Com informações da Folha de São Paulo e do Adnews.

Últimas notícias do mercado
Consumidores brasileiros estão mais otimistas para 2017 Pesquisa identificou o percentual de pessoas que pretendem ir as compras no natal e o comportamento de consumo Investimento em publicidade deve crescer 3,3% no Brasil Apesar da crise econômica, investimentos globais podem crescer 4,2% no próximo ano, aponta pesquisa do Warc Autoatendimendo deve crescer em três anos no Brasil Consumidores querem experimentar novas tecnologias na hora da compra, entre elas estão o 3D e a Realidade Virtual Crise está alterando hábitos de consumo, segundo estudo A Kantar Worldpanel revela que brasileiro está mais estressado e opta por simplicidade na hora da compra O Live Marketing está alavancando empresas no Brasil Pesquisa da Ampro e da SSK, revela como o setor movimenta R$ 44 bilhões em meio a crise financeira do país Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2016 | © Todos os direitos reservados