21Abr/11

Banda larga brasileira perde para a do Cazaquistão

Com incentivos do governo federal, como o Plano Nacional de Banda Larga, e esforços das operadoras de telefonia, a internet rápida vem se popularizando no Brasil, mas o serviço ainda está longe de ser um dos melhores. Esta é a conclusão de estudo realizado pela consultoria Ookla e divulgado pelo Estadão.

A empresa analisou 168 países e colocou o Brasil na 76ª posição quanto à velocidade da banda larga. Com isso o país está atrás, entre outras nações, de Gana e Cazaquistão, que ficaram nas 39ª e 52ª colocações, respectivamente.

Coreia do Sul levou o primeiro lugar. Nela a velocidade média da internet é de 37,05 Mbps (megabits por segundo). Enquanto isso, o brasileiro segue com seus 4,79 Mbps.

Com informações do Adnews.

Últimas notícias do mercado
Faturamento editorial no Brasil ganha impulso pelo e-commerce Mais de 16 milhões de títulos foram vendidos em 2016, diz pesquisa Programas culinários movimentam R$ 800 milhões em mídia No primeiro semestre de 2017, compra de espaço publicitário foi 17% maior que o mesmo período do ano passado Compra de mídia cresce 2% no primeiro semestre de 2017 Volume total de publicidade foi de R$ 61,9 bi nos seis primeiros meses desse ano, segundo Ibope Ativação do consumo no varejo cresce no Dia dos Pais Incertezas no cenário político não impediram o aumento de 10% nas vendas online TV está presente em 97% das casas dos brasileiros Online aumenta penetração de mercado, mas mídias tradicionais seguem líderes quando se trata de consumo de notícias Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados