16Mai/13

Bancas de SP são proibidas de vender itens diversos

Fernando Haddad, prefeito de São Paulo, vetou o projeto de lei que determinava a diversificação de produtos vendidos nas bancas de jornal.

A proposta visava valorizar a banca de jornal como ponto de venda, pela ampliação da gama de produtos comercializados pelos jornaleiros. Pelo texto, as bancas poderiam comercializar todos os tipos de bebidas não alcoólicas, artigos eletrônicos e de beleza e higiene pessoal, além de itens de papelaria e de vestuário.

Haddad alega que a venda destes itens era incompatível com a atividade das bancas de jornal e que dificultaria a fiscalização da prefeitura. Segundo ele, a legislação já permite uma função bem mais abrangente: ser um ponto de acesso à informação e cultura.

O projeto de Lei era uma esperança para os jornaleiros, que têm sofrido com os novos hábitos dos paulistanos, que compra revistas e jornais em supermercados, livrarias e lojas de conveniência. Além disso, a fiscalização da Prefeitura cassou Termos de Permissão de Uso dos espaços de forma intensiva.

Em agosto de 2012, o Meio & Mensagem, em reportagem baseada em estudos do Sindicato dos Vendedores de Jornais e Revistas de São Paulo (Sindjor), indicou que, a cada dia útil, uma banca era fechada – ou ameaçada de fechamento – na cidade de São Paulo.

Com informações do M&MOnline. / Adaptação: Equipe FTPI | Negócios em Mídia | Mídia Regional.

Últimas notícias do mercado
Conheça as novidades do Facebook e do Instagram Mark Zuckerberg anunciou durante a conferência anual de desenvolvedores do Facebook ferramentas para incrementar a experiência com as redes sociais. 5 dicas para turbinar seu planejamento digital Estratégias simples podem definir uma trajetória online de sucesso. Clique e confira 5 dicas preciosas para criar um planejamento digital! Anunciantes: o que muda no Facebook após o escândalo da Cambridge Analytica Como as mudanças na política de privacidade da rede social podem afetar o desempenho das campanhas de marcas Humor na publicidade: até que ponto vale a graça O humor sempre foi um dos pilares mais fortes da publicidade, mas é preciso acertar na dose para garantir sucesso Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2018 | © Todos os direitos reservados