19Abr/13

65% ignoram anúncios em vídeos online

Estudo da empresa de pesquisa digital M.Sense revela que 65% das pessoas que veem vídeos online pulam as propagandas. Apenas 38% procuram o site do anunciante após ver o filme. O estudo levantou os hábitos de consumo audiovisual na internet e consultou 300 usuários em diferentes regiões brasileiras em janeiro e fevereiro.

O YouTube foi o portal que mais apareceu nas respostas, com 94% dizendo que o site era o principal destino para ver vídeos. Já o Google Videos, pertencente à própria empresa dona do YouTube, tem 28%. Cerca de 27% dizem assistir a vídeos em redes sociais, 20% no Yahoo!, 18% na MSN e 2% admitem não ver vídeos na web.

Os clipes musicais e vídeos de shows são conteúdos mais procurados, com 72%, seguidos de vídeos divertidos, com 64%; filmes, com 47%; noticiário, com 42%; trailers e documentários, ambos com 41%; entrevistas, com 37%; e tutoriais, com 36%.

Antes de uma compra, 58% buscam por informações do produto em vídeos. A relação com anúncios, no entanto, é diferente. Além dos 65% que pulam a propaganda, 60% dizem que as peças que antecedem os vídeos são chatas. Por volta de 18% desistem de ver ao vídeo só por causa de anúncios.

Com informações do M&MOnline / Adaptação: Equipe FTPI | Negócios em Mídia | Mídia Regional.

Últimas notícias do mercado
Mercado nacional de mídia deve crescer 4,6% ao ano até 2021 O seguimento deve movimentar US$ 13 bi em publicidade no mundo, segundo a PwC Produção de bens de capital tem alta de 1,5% em abril Segundo IBGE, a fabricação de bens de consumo duráveis também teve um aumento esse ano Varejo apresenta crescimento no 1º trimestre de 2017 Segundo dados do IBGE, os números são superiores aos do último trimestre de 2016 Impacto da televisão continua forte entre os consumidores Pesquisa da Kantar Media descreve o comportamento do consumidor nas plataformas de mídia atuais Expectativa de baixa inflação deixa consumidores otimistas A confiança reflete a melhora das perspectivas em relação ao emprego e situação financeira, diz pesquisa Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Porto Alegre (51) 3231-5222
Compartilhe
web by Citrus7 2017 | © Todos os direitos reservados