19Fev/18

4 tendências de mídia para acompanhar em 2018

A indústria da comunicação está passando por um período de constantes transformações estimulada pelo advento de novas tecnologias e a complexidade dos modelos organizacionais. Neste cenário, ganha destaque o uso de dados. Identificamos quatro tendências de mídia que serão cada vez mais importantes para agências e anunciantes durante o ano de 2018:

1 – Tecnologia e dados estão mudando o ecossistema da mídia

A propriedade e ativação de dados internos, auxiliados pela tecnologia, agora são vistas como pré-requisito para as marcas. Muitos especialistas acreditam que o próprio dado coletado e tratado (o first party data) é o primeiro passo para o sucesso. Ao controlar dados, os anunciantes podem conseguir maior supervisão da jornada do cliente, o que, por sua vez, significa que os anunciantes estão mais informados e seus resultados são mais responsivos. As equipes de marketing que possuem e ativam dados próprios dos clientes estão criando robustas segmentações e alcançando o melhor em ações all-line.

2 – O foco no cliente está criando novos modelos organizacionais

Muitas das mudanças implementadas pelos anunciantes envolvem a reconfiguração em torno de informações oferecidas pelos dados, como gerenciamento, modelagem e ativação das informações dos clientes. Tudo isso já está dando resultados e os clientes sentem os benefícios. Gerenciar os dados dos clientes tem exigido que as marcas organizem equipes de forma diferente, com profissionais de diversas áreas. Seguindo essa linha, a prática tradicional de orquestrar múltiplas agências e especialistas está se tornando cada vez mais difícil de operar e, com isso, estão surgindo novas estratégias organizacionais, como a criação de uma agência dentro do cliente, optar por uma única agência que atenda o cliente 360º, entre outros modelos.

O aumento das marcas que procuram caminhos alternativos para melhorar seu desempenho operacional deve ser motivo de preocupação para as agências, especialmente com o surgimento de novas formas de trabalhar e as plataformas tecnológicas.

3 – Mídia x transparência

A segurança da marca está sendo considerada um problema sistêmico e exigirá uma pressão significativa e contínua para que seja resolvida. Em um mundo baseado em dados, a transparência não se limita apenas em mostrar aos clientes como e onde seu dinheiro está sendo investido. Saber como o seu conteúdo está sendo recebido e por quem é fundamental para os anunciantes. É importante deixar claro como os dados podem gerar informações precisas e orientar tomada de decisões da marca.

4 – Mais atenção aos sistemas de métricas

A mensuração dos resultados é um impedimento para o melhor planejamento da comunicação e tem sido motivo de frustração para os anunciantes.  As marcas estão buscando unificação e integração de suas métricas de marketing, mas a indústria de medição continua manchada e cada vez mais fragmentada. Um bom exemplo são os critérios diferentes existentes nos canais de mídia para determinar uma impressão publicitária, o que pode soar um resultado falso da eficiência da mídia. No digital, os clientes aprenderam como é fácil encontrar o público, mas garantir a atenção deles não. A mídia programática é muito forte para fins de segmentação, mas a segmentação por si só não é garantia da eficácia do marketing.

Últimas notícias do mercado
TV aberta lidera em investimentos de publicidade Dados do Cenp mostram que o meio esteve novamente no topo da lista no primeiro semestre de 2018, com mais de 60% dos investimentos, seguido pela internet, com cerca de 14% do total. Prepare-se para os principais eventos de publicidade e marketing de 2019 Inovação, tecnologia, tendências de consumo, marketing digital e muito mais para você se manter atualizado o ano inteiro. B2B, B2C e D2C: estratégias específicas para cada modelo de negócio Conhecer as particularidades de cada público-alvo é a chave para criar estratégias de sucesso em suas campanhas publicitárias. Qual é o perfil de quem compra carro no Brasil? Empresas do setor automobilístico precisam conhecer bem o seu target para poder direcionar melhor o investimento em propaganda. Internet das Coisas (IoT): saiba como usá-la para se conectar ao consumidor Acesso à rede a partir de diferentes objetos pode ajudar marcas a entenderem as necessidades do seu cliente. Veja mais
FTPI
FTPI São Paulo (11) 2178-8700
FTPI Brasília (61) 3035-3750
FTPI Rio de Janeiro (21) 3852-1588
FTPI Nordeste (81) 2128-4350
FTPI Belo Horizonte (31) 2105-3609
FTPI Curitiba (41) 3026-4100
FTPI Campinas (19) 3296-6224
FTPI Goiânia (62) 98129-0250
FTPI Porto Alegre (51) 99284-2534
Compartilhe
web by Citrus7 2019 | © Todos os direitos reservados